Blog de Ivone


23/01/2017


SER UM REIKIANO.

Toda pessoa que passa por uma Iniciação em Reiki, ministrada por um Mestre capacitado, torna-se um Terapeuta em Reiki.
No Primeiro Nível, torna-se um Terapeuta de si mesmo, sendo capacitado a canalizar as Enegias da Vida-Reiki para si mesmo (depois de bastante treinamento em si mesmo, pode canalizar para seus familiares, seus animais de estimação e até para um amigo, de forma não profissional).
Com a Sintonização do Segundo Nível, o reikiano passa a ser capacitado a tratar todas as pessoas que a ele vierem com a intenção de receber as Energias da Vida-Reiki. Com o Segundo Nível, o reikiano é capacitado a enviar Reiki à distância, tendo para isso várias técnicas que lhe são disponibilizadas com os conhecimentos que lhe são passados pelo Mestre escolhido.
Poderá tratar pessoas à distância, ainda que estejam do outro lado do Planeta. Tratar lugares (como lagos, rios, mata, floresta). Tratar países, como locais onde estejam havendo guerras e destruições - unimo-nos em mentalizações pela Paz na Terra e pela Boa Vontade entre os Homens. É a Transformação : lembramo-nos de quem somos, de que somos parte do Grande Mistério ou do Cósmico ou da Energia Criadora ou do Deus de nossa crença. E utilizamos os Dons a nós concedidos pela Energia Criadora.
O Terceiro Nível de Reiki é chamado de A Realização, pois já estamos capacitados a utilizarmos as Energias da Vida-Reiki em todos os sentidos e setores de nossas vidas. A Sintonização com o Símbolo Sagrado do Terceiro Nível nos capacita a atingir um grau de Energia incalculável. Podemos tratar multidões! E nesse Nível, o Mestre escolhido capacita, ensina ao reikiano como ser um praticante profissional, como tratar as várias causas de doenças em sua raiz, e como lidar com os vários tipos de clientes que certamente terá.
Ser um Canalizador das Energias da Vida-Reiki é algo maravilhoso - tanto para si mesmo, como para os outros Seres!

Escrito por Ivone Fagundes às 18h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

08/12/2016


MEU "PRÓXIMO".

Uma vez eu estava em um curso de Iniciação (Primeiro Nível) no PróVida e me senti muito incomodada quando o preletor disse que todos nós somos responsáveis pelo que acontece ao outro. Perguntei então: "Mas se lá no nordeste, do outro lado do Brasil, uma garota é estuprada e fica grávida, depois joga o filho na rua e ele se torna um marginal...eu sou responsável por essa criança, esse adolescente?! Eu não me sinto responsável!"
O palestrante me encarou e disse que eu ainda não estava pronta a compreender que sim, sou responsável!

Bem, passados uns 15 anos, eu acho...ainda não me sinto responsável!

O Ser Humano é muito controverso! Vai de um extremo a outro (em tudo) com muita frequência e facilidade. Da mesma forma que pode ser duro e implacável, torna-se demagogo e enternecido ao extremo.

Quando me perguntam, em alguma aula, sobre minhas convicções religiosas, ficam espantados quando digo que não tenho religião...Não, não tenho religião! Não gosto de rótulos e dogmas a obedecer. Gosto de pensar e decidir o que devo , posso ou quero fazer.

No caso da pergunta que fiz ao palestrante, no momento, diante dos outros alunos do curso, fiquei muito incomodada, sentindo-me um Hitler de saias! Os olhares de todos aqueles "santos" me atravessaram!

Pensei muito a respeito! E cheguei à conclusão de que era apenas o Ser Humano pendendo para um de seus extremos - no caso, o extremo da "bondade"!

Penso que, se enchermos nossa mente com os dogmas religiosos que nos impõe regras de como devemos nos sentir e como devemos agir, estaremos constantemente nos sentindo muito mal! Ou porque somos humanos demais para sermos "santos" o tempo todo, ou porque não somos capazes de acabar, sequer minorar o mal do mundo e a miséria em que vivem os Seres.

Uma vez, eu era professora da Escola Dominical, em uma igreja Batista (fui batista por 40 anos), uma aluna me perguntou como eu via a Felicidade...e eu, sob a responsabilidade de professora evangélica, respondi à altura: "Felicidade são momentos felizes! Não pode existir uma constante de felicidade, pois podemos passar por um momento de felicidade enorme, mas em seguida, ao vermos ou lembrarmos que existem milhões de infelizes à nossa volta, voltamos a nos sentir tristes...Assim, se somos mesmo evangélicos, cristãos e solidários, não temos como ser constantemente felizes!"

Muitas vezes, aprendemos com nossas próprias palavras! Pois fiquei pensando nisso por muito tempo depois! Então, ser religioso é estar o tempo todo somente pensando no outro? Ser bondoso, solidário, é somente querer o bem do outro, acima de minhas próprias necessidades? É "dar a capa para quem nos rouba o chinelo"? A outra face, a quem nos golpeia em uma delas? Ajudar o tempo todo em detrimento de nosso próprio bem-estar?

Nas igrejas, existe a obrigação para um membro, de dar o dízimo (a décima parte de tudo que receber) - se receber 100 reais, deve dar para a igreja 10 reais, se receber 1.000.000 deve dar 100.000 reais! Não é opção: é dever cobrado duramente pelo dirigente - ou com ameaças de abandono pelo Deus que está sendo "roubado" ou no mínimo com sermões de uma pressão psicológica terrível, que faz o Ser sentir-se a última das criaturas!

Bem, quando finalmente compreendi que regras, dogmas e preceitos não me fazem feliz, deixei de ser religiosa para ser livre pensadora!

Claro que ajudo ao meu próximo! Claro que acredito que uma ajuda pode ser fundamental para mudar uma vida! Assim é! Mas com certeza não me sinto responsável pelo mal que outros praticam, pelo abandono de milhares de crianças no mundo - apenas faço o que me é possível para aqueles que são colocados em meu caminho no ponto exato e no momento exato - cincronia do Universo. Mas não me sinto sequer na obrigação de o fazer. Se ajudo, é porque quero e no momento estou podendo, não porque me ordenaram isso!

Vi muitas pessoas, no meio religioso, passando necessidades, mas sentindo-se na obrigação de dar o dízimo e (não é somente dízimo!) tem sempre uma campanha ou outra pedindo mais dinheiro para ajudar esse ou aquele grupo de Seres distantes. E vi muitas pessoas dando um dinheiro que faria falta mais adiante, por pura obrigação! Por medo do que os circundantes iriam dizer, se ela não desse...medo do que o deus-de-varinha-na-mão iria fazer, para castiga-la se ela não desse mais e mais e mais sempre.

Outra coisa impensada, é "fazer o bem sem olhar a quem"...bonito isso! Mas...podemos curar os males do mundo todo? Podemos ajudar a todos os infelizes e miseráveis? Não?! Então temos sim, que olhar A QUEM! Se temos apenas um tanto finito de ajuda a dar, temos sim que escolher a quem vamos ajudar! E com o critério de cada um.

Bem, comecei a escrever ao quase compartilhar um vídeo que hoje está passando pelo Facebook, com a clara intenção de nos fazer sentir mal. Mas, com minha mentezinha lógica, penso: a menina bem vestida seria fácil levar de volta à sua mãe...por isso, todos lhe perguntam onde estã sua mãe. Mas a menina maltrapilha, moradora de rua...que fazer? Leva-la e à sua família para nossa casa? Impossível! Então, ignoraram sua presença! E as pessoas, então, devem sentir-se mal por isso?

Se até Jesus, numa passagem bíblica (ah, sim, eu li a Bíblia de cabo a rabo 2 vezes e mais umas trocentas vezes os evangelhos durante 40 anos), disse que "os miseráveis, sempre os sofrereis"...quer dizer que nunca haverá um fim para o sofrimento na Terra. Jamais veremos neste Planetinha a utopia de um mundo perfeito, sem pobreza, sem miséria, sem sofrimento.

De que adiantaria que eu ou você permanecêssemos na tristeza constante da solidariedade compulsória, pensando e lembrando a cada momento do sofrimento do outro? Ah, e aí vêm os acusadores: "egoísta!"

Bem, tudo é opcional! Se você tem dinheiro suficiente para ajudar a todos que se aproximarem pedindo e quiser fazer isso, bom! Faça-o!

Se você tem apenas alguns trocados para ajudar apenas uma pessoa, escolha bem a quem vai ajudar! Não disperdice seu dinheiro suado com quem não merece!

Se você tem tempo de fazer algum trabalho voluntário, faça-o! Não disperdice seu tempo em reuniões intermináveis para FALAR de como as pessoas e o mundo deveriam ser...use seu tempo para colocar as mãos à obra, para executar um trabalho efetivamente producente para o bem de todos!

Se você não tem dinheiro para ajudar ninguém, tem apenas o suficiente para ter uma vida decente, agradável cuidando de você e de sua família, não se sinta mal por não dar dinheiro a outras pessoas...ajude apenas na medida de sua capacidade, sem se sentir NEM OBRIGADO nem JULGADO por isso. Jamais se sinta mal por ter coisas e por poder fazer coisas que outros à sua volta não podem! Você trabalhou por isso? Honestamente? Fique feliz e aproveite!

O extremo da "bondade" humana leva o Ser à demagogia de apontar o que DEVERIA ser feito para acabar com a miséria no mundo : divisão igualitária de bens! Mas não devemos esquecer que se uns têm mais, é porque trabalharam mais ou usaram com mais sabedoria o fruto de seu trabalho.

É triste ver crianças nas ruas...mas com certeza, não poderemos acolhe-las em nossas casas...devemos nos sentir culpados por isso?! De forma alguma! A irresponsabilidade de pais que não pensam, procriam como ratos geram as crianças de rua! Que podemos fazer? Ajudar , na medida de nossas possibilidades, as entidades que as recolhem e dão abrigo. Sem culpas e sem nos sentirmos na obrigação de dar o que não podemos. "Os miseráveis, sempre os sofrereis."

Fico pensando...essas pessoas que fazem vídeos desse tipo, com a clara intenção de "demonstrar o quanto o Ser Humano não é humano, no sentido adjetivo da palavra", levariam para sua casa essa criança e a dotariam? Porque seria a única maneira de tira-la da rua...mas, atrás dela existe a família, que viria junto, com certeza! Ou a levaria para uma instituição? Estão todas superlotadas e precisando de dinheiro!

Não seria muito mais producente fazer campanhas de controle da natalidade? De gravidez programada ou campanha de cirurgias gratuitas que impeçam a procriação desenfreada, em um mundo repleto de seres e em aumento exponencial da população? Ah, mas é mais interessante debater e decidir sobre a obrigação da mulher ter um filho com microcefalia - mais um Ser sofredor em um mundo repleto de Seres sofredores!

E dizem que o Ser humano é racional...Há controvérsias!

Abençoados e protegidos sejamos todos!

 

 

Escrito por Ivone Fagundes às 07h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

30/11/2016


MEDITAÇÃO: ACESSO CONSCIENTE AO CAMPO UNIFICADO

Às vezes me perguntam o por quê da meditação. Existem muitas explicações e muitos métodos para a meditação. Eu tenho o meu, que se adapta à minha mente e ao modo como encaro a Meditação.
Penso que são momentos em que acessamos o Campo Unificado de forma consciente, querendo faze-lo. estamos o tempo todo, querendo ou não, recebendo e enviando conhecimentos, emoções e ordens ao Campo Unificado - o Campo das Energias que a todos e a tudo une, enlaça, permeia, preenche.Quando temos essa consciência, de que o Campo existe e nele estamos todos, podemos utilizar o Campo para nosso bem, protegendo-nos das más influências que a nós chega através dele e enviando nossa influência para o que nos interessa. Eu não saberia explicar tudo sobre isso, claro, mas o que entendo é que nesse Campo Unificado existem muitos fatores de união das Consciências e existe a união inconsciente de todas as Consciências vivas - as que respiram sobre a Terra - e Consciências de espíritos desencarnados, assim como Consciências vindas de outra dimensões do Espaço.
Por exemplo, nos dias em que Mikao Usui (redescobridos do Reiki) esteve em jejum e meditação no Monte Kurama, ele acessou esse Inconsciente Coletivo que é um dos fatores do Campo Unificado.
Usui com o foco que o jejum e a meditação amplia, acessou as informações contidas no Campo através da Ressonância Mórfica. No passado, Mestres como Buda usaram os Símbolos criados para ligar a mente à "camada" de Energia desejada e esses símbolos e seu conhecimento ficaram gravados no Campo e por ele viajando através da Ressonância Mórfica.
Da mesma forma, podemos (quem se dedica à Meditação e à busca do Conhecimento) acessar conhecimentos do passado, do presente e do futuro. Tudo está no Campo Unificado. Penso que o Ser Humano comum jamais conseguirá entender e desfrutar de tudo que está disponível ao Conhecimento - talvez alguns poucos Iluminados o façam - no Campo. Mas quem tem a capacidade da Meditação está com certeza no caminho!

Escrito por Ivone Fagundes às 08h01
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

10/11/2016


EU SOU ESQUISITA...MAS QUEM NÃO É?

É, eu sou esquisita...

Desde que nasci, sempre fui uma estranha no ninho...ô coisinha chata! Teimosa e perguntadeira! Sempre querendo saber o por quê das coisas. Qual a necessidade de fazer tal coisa, qual a importância de agir dessa ou daquela maneira, por que devo acreditar nisso ou naquilo, qual o significado real das expressões populares, qual a raiz das palavras, qual foi a motivação para as atitudes que os "forjadores do mundo" tiveram ao longo da História... E o Lobo Mau é tão mau como parece? E a Chapeuzinho, é tão inocentinha quanto parece? Enfim...em um mundo de aceitações e repetições...eu sou muito esquisita!

Eu diria que nunca fui "flor-que-se-cheire"...sempre fui e isso ainda sou, "da pá virada" - pessoinha que está sempre tentando (e conseguindo) pegar a terra com a pá ao contrário. Digamos assim...não sou uma rosa, sou uma margarida, simples e comum...mas com espinhos!

Sou tão esquisita, que não consegui aceitar os ensinamentos da igreja onde cresci! Perguntas que não queriam calar, respostas que não satisfaziam. Incoerências!

Sou tão esquisita, que ainda adolescente comecei a questionar o tal "plano da salvação"! E cheguei à conclusão incrível de  que um Deus Engenheiro, capaz de criar um Universo (naquele tempo eu conhecia somente um Universo) não podia agir sem Lógica! E as coisas que eu ouvia na igreja não tinham Lógica!

E aí, além de esquisita, tornei-me também a ovelha negra, aquela que renega as crenças da família. Ser uma pessoinha Lógica sempre foi um problema!

Mas acho que ser Lógica e muito racional, com o tempo me fez desenvolver um..."f..." um "vá te catar" muito legal!

E daí, que sou esquisita? E daí que sou Lógica e racional ? E daí que sou uma margaridinha com espinhos? Eu gosto de mim! Muito! E no decorrer dos sofrimentos por não aceitação, acabei percebendo que o mais importante é gostar de mim mesma! Se as outras pessoas me acham esquisita...só posso dizer que eu me amo! E observando o mundo, conhecendo pessoas...gosto de mim cada vez mais! Justamente por ser lógica e racional,  perguntadeira e inconformada...muito esquisita!

Temos que ter, em primeiro lugar essa boa convivência com nós mesmos! Temos que nos amar e nos aceitar em primeiríssimo lugar! Para podermos amar e aceitar as esquisitices dos outros também.

Todas essas coisas me vieram à mente hoje, porque eu me achei muito esquisita, ao ver uns lugares lindos em um post, me lembrei de que já estive lá! Nossa! Eu já estive nesse lugar...e tinha me esquecido! Já fui a lugares maravilhosos, onde  todo mundo quer ir! Mas como sou esquisita, não me lembro de todos...como se tivesse ido alí na esquina e no caminho tivesse visto um passarinho cantando num galho ou uma abelha colhendo o pólem numa flor amarela...sou muito esquisita, pois para mim é tudo a mesma coisa: belezas do mundo...belezas do meu quintal!

Não gosto de coisa que sejam "modinha"! Tenho horror a dogmas! Minha visão do mundo  é a de um gato: como tudo é interessante - até que deixe de ser! Posso pegar a mariposa, brincar com ela um pouco...ver suas cores, sentir seu cheiro, até o gosto...e deixa-la ir, pois logo alí tem outra coisa se mexendo que deixa curiosa!

Não guardo rancores...as pessoas que me ofendem ou magoam apenas passam a ser parte do espetáculo...que eu paguei pra ver e terminou...fui embora para minha vida. Só não pago para ver de novo!

Sou muito esquisita: sou Lógica! E tão simples como uma magarida...mas com espinhos!

 

 

 

Escrito por Ivone Fagundes às 07h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

09/11/2016


E DE REPENTE ... TRUMP!

Sem dúvidas, estamos no limiar de um Novo Mundo! TUDO NA TERRA É CÍCLICO.
O cenário a meu ver, é catastrófico. Por que não dizer? Não somos avestruzes, que escondem a cabeça na areia e pensam que estão escondidas do predador! A verdade é essa: estamos à beira de catástrofes nunca antes vistas neste Planetinha Azul! Pois as catástrofes naturais como maremotos, terremotos, tsunamis, furacões, a separação ou o choque de placas tectônicas, tempestades solares, quedas de meteoros...tudo isso é natural, já aconteceu antes, porém, agora, existem bilhões de humanos sobre a Terra! E essa é a pior das catástrofes: humanos destroem seu próprio Habitat por simples ganância ou simples burrice. pior aqueles que têm a ganância e a burrice aliadas, julgando-se com DIREITOS de consumir, de destruir, de procriar, justamente por serem HUMANOS. Essa espécie que se julga a mais inteligente sobre a Terra e com direito de decidir a vida das outras espécies e até mesmo das outras tribos do Planetinha Azul.
O clima já mudou...todos os cataclismos anunciados já começaram...até meteoros estão a caminho...Nibirú, Planeta X...e o infeliz do humaninho continua em sua saga, na destruição sistemática de sua própria Casa!
E agora...Trump!
Não, essa palavrinha não foi a escrita de uma trombada. Ou foi?
Eu penso que os estados Unidos precisam de um presidente com garras e dentes pontiagudos em sua defesa - desse país dependemos todos nós, queiramos ou não - pois, por exemplo, se, como dizem alguns estudiosos das possibilidades, A RÚSSIA ESTIVER MESMO COM INTENÇÕES DE ESTENDER DE NOVO seus tentáculos para o Brasil, através da Venezuela, da Colômbia, a partir do Porto de Cuba que a Dilma fez e capacitou para que comporte navios de grande porte, como os russos..."oh, quem irá nos defender?!" , a não ser os Estados Unidos?

Bem, coisas assim...

Outra "onda de desastre" que assola o mundo é sem dúvidas a invasão dos países todos por pessoas que querem DOMINAR O MUNDO PELO COITADISMO.

De um lado, os radicais religiosos que querem dominar o mundo para que sua religião seja a única, com suas leis que remete essa parte da humanidade à época da escuridão mental e social. E estão conseguindo através do coitadismo, apelando para as regras e normas cristãs de "amor ao próximo" (porém sem se lembrar das Dez Virgens da parábola, em que as incautas que dormiram e não renovaram o óleo de suas lamparinas e elas se apagaram...ficaram para trás, pois as que não tinham dormido, não lhes deram de seu óleo, POIS TAMBÉM FICARIAM SEM!). Claro que o acolhimento TEMPORÁRIO a um povo em sofrimento é necessário, DESDE QUE SEJA TEMPORÁRIO e que esse povo NÃO destrua os países onde estão sendo acolhidos, com suas crenças, costumes e necessidades. Passado o período de agruras nos países de onde vieram, devem voltar para suas casas - com a ajuda internacional. O mundo de hoje, superlotado, não comporta mais imigrantes em massa, como quando os italianos, japoneses, alemães, etc. vieram para o Brasil...havia todo um continente para repovoar (depois que mataram quase todos os índios, habitantes do país) e para desbravar.

Outro ponto onde o COITADISMO está vencendo o bom-senso - até o ponto de uma subserviência absurda - é quanto aos "Direitos Humanos" para bandidos. O mundo está cada vez mais repleto de bandidos de todos os tipos e naipes, sendo tratados como "coitadinhos" e dando-se a culpa de suas atitudes, à sociedade onde ele vive. Se duas crianças vindas da mesma comunidade, dos mesmos princípios, das mesmas necessidades - uma se torna pessoa de Bem e a outra pessoa do Mal, só nos prova que é uma questão de CARATER e como mal carater deve ser tratado - não como coitadinho.

Os maus já nascem maus - sim, se o meio ambiente em que vivem lhes proporcionar vida agradável, provendo todas as suas necessidades,, inclusive ética, moral e espiritual, claro que essa pessoa terá a chance de redimir suas tendências e evoluir, tornando-se uma boa pessoa. É a Evolução dos espíritos na Terra. Porém, os maus em meio ambiente ruim, maléfico, apenas externarão sua maldade latente - não são coitadinhos.

Enfim, O COITADISMO é um dos males da sociedade atual e que nos está aprisionando, nos está submetendo aos bandidos do mundo e está ameaçando o mundo livre de ser dominado por crenças e costumes que deveriam estar extintos há milênios ou restritos às áreas onde a abertura dos Portais da Sabedoria e Evolução ainda não aconteceu. Estamos, pelo COITADISMO sendo dominados.

Quando vemos um lider ou mesmo um formador de opiniões que não se move pelo COITADISMO, a maioria de nós se assusta - estamos muito acostumados a "dar a outra face" - porém, no mundo de hoje, onde o Mal e os maus estão prevalescendo, as regras precisam ser mudadas. No mundo de hoje, com a possibilidade de, em 30 anos não termos mais alimentos, água e sequer ar de boa qualidade para respirarmos, um mundo em que as guerrilhas urbanas serão pela sobrevivência (onde os maus vencerão, com certeza) e grandes guerras acontecerão por um simples poço de...ÁGUA e não mais de petróleo, temos que rever nossos conceitos!

Os maus têm que ser tratados como maus, e não mais como coitadinhos. Nossos lares têm que ser defendidos a qualquer custo - e nossos lares ficam em nossos países!

Vemos em filmes, alienígenas que vêm das galáxias, depois de destruírem seu próprio Habitat, vão pelo espaço afora invadindo planetas para se alimentar, e neles viverem, enquanto existirem alimentos ...ALIENÍGENAS? Pois estamos vendo acontecer isso em escala terrestre...Povos que procriam sem raciocínio, destroem seu próprio país por discordar de pensamentos e crenças, invadem outros países e para lá levam as mesmas cre e atitudes (inclusive a procriação irracional) que os fizeram perder suas terras e sua sociedade organizada. E não me engano com a aparência do coitadismo...os que estão por detrás dessa invasão sabem muito bem o que esperar do futuro nos seus locais de origem: falta de água, alimentos e território (uma vez que procriam sem limites) e essa imigração em massa é articulada há anos - os verdadeiramente necessitados apenas abriram o caminho para os reais invasores, que já se infiltraram, claro. Baba Vanga, vidente russa previu tudo isso e os céticos riam dela, quando ela disse que em 2050 a Europa seria dominada pelo povo que hoje a está invadindo.

E o Papa e a ONU com COITADISMO absoluto diz ao mundo que devemos acolher os imigrantes de forma definitiva e lhes permitir trazer com eles seus costumes, suas regras e sua gana de OCUPAÇÃO E DE MODIFICAÇÃO. Respeito à crença e à diversidade de pensamentos É ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIO. Desde que esses outros não queiram impor sobre nós suas crenças e costumes! E é claro que o que vemos acontecendo é exatamente isso.

E ... de repente...TRUMP!

Estados Unidos, "puxador do refrão", formador de opiniões, terão um presidente que encara o mundo sem COITADISMO. Só nos resta ver se a loucura latente no Trump que o faz imaginar um muro (e ainda pago pelos mexicanos!) entre EEUU e México será maior do que seu modo lúcido de encarar a imigração como algo a ser averiguado nos mínimos detalhes, antes de ser aceita.

Agora, só nos resta esperar para ver se as falas imbecís pronunciadas na campanha eram apenas falas imbecís de um falastrão, mas que na prática ele vá dar importância ao crescimento e fortalecimento racional da Nação Norte Americana (que eu considero indispensável à segurança mundial) ...

Pois é...E DE REPENTE...TRUMP!

Abençoados e protegidos sejamos todos!

 

Escrito por Ivone Fagundes às 09h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

07/11/2016


AS ENERGIAS DA VIDA

Agradeço ao Sol, com sua Energia Yang...à Lua, com sua Energia Yin...à Mãe Terra com sua Energia Ki...Energias da Vida!
Sem o Sol não haveria Vida na Terra...sem a Lua e sua regência sobre as águas e sobre os ciclos (como as brotações) não haveria na Terra a Vida como a conhecemos...sem a Energia Ki emanada pela Mãe Terra não haveria a regeneração dos elementos em nós...Energias da Vida! Uma Energia Divina imanente em todo o Universo e em todos os Seres! Transcendente...Energias criadoras, regeneradoras, transformadoras, mantenedoras da Vida sobre a Terra...as Energias canalizadas em Reiki. Por isso eu chamo a Técnica que pratico de "ENERGIAS DA VIDA-REIKI".
Abençoados sejamos todos nós!

Escrito por Ivone Fagundes às 08h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

03/11/2016


PORTAIS...

Sim, somos  extensão e parte  da  Energia Criadora que propiciou a junção dos átomos, das moléculas, e a Evolução natural através dos milhões de anos Espaço afora! A Evolução de um Ser influencia a Evolução de muitos outros, no Campo Unificado que a todos nos une! A ideia, imagem de um Deus  feito à imagem e semelhança de um homem é fruto da necessidade que o Humano tem de se sentir "guiado" "protegido" - e  quando sente que  "está por conta própria", inventa sacrifícios de si mesmo ou de animais (absurdo!) para agradar esse deus com personalidade humana  - raivoso, melindroso, ciumento, exigente, cabeça-dura (do tipo que "tem uma palavra que não volta atrás" mesmo que sejam absurdos que só valiam -e é que valiam-  para a idade média e a mente embotada que lá existia). O Deus  - Energia de Vida - que em nós existe é o mesmo/a que existe em todo o Universo. Na Terra, nosso lindo Planetinha Azul, quanto maior a Evolução da Inteligência e dos espíritos, mais uns ajudam aos outros a  evoluírem - por isso a Inteligência e as descobertas estão se acelerando - é a união de todas as Inteligências no Campo Unificado. Porém, creio cada  vez mais que existem na Terra,  Campos criados por Portais, como que bolsões  onde a Evolução natural acontece  com maior rapidez. Assim como existem bolsões onde  os Portais não existem e ainda imperam as "leis" da Idade Média.  Penso que a Terra é um Planeta em transição entre as Dimensões do Espaço e os Portais que se abrem ainda não englobaram todo o Planeta, mas sim locais específicos. Nesses locais, agrupam-se Seres Humanos (reencarnam) que já estão em condições evolutivas para lá estarem. E nos locais onde a Terra ainda está  sem a Evolução  dos Portais Abertos, encarnam os Seres que ainda  tem a mente e o espírito embotados e necessitam das experiências que esses locais lhes permite ou propiciam. 

Escrito por Ivone Fagundes às 13h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

27/10/2016


CARMA E PERDÃO

Os Mestres e mesmo os Espíritos Ascensionados nos ensinam que a doença é curada quando a entendemos, quando a aceitamos MOMENTANEAMENTE e aprendemos algo com ela. Depois, as Energias da Vida se renovam e QUALQUER DOENÇA PODE SER CURADA. Mas devemos lembrar que ao virmos para a atual reencarnação, trouxemos conosco carmas adquiridos em outras vidas. Erroneamente, nossa consciência "infernal" (a conscientização do que fizemos ou deixamos de fazer é que é o Inferno, após o desencarne) nos leva a pedirmos "retratações" desnecessárias, como nascer miserável, nascer com problemas físicos ou mentais, sofrer nas mãos do algoz que outrora espezinhamos, etc. Se, o espírito sofredor tiver um despertar, vai pedir para nascer um AJUDADOR e não mais um sofredor no mundo já repleto de sofredores. Ele poderá ter sofrimentos, os normais por estarmos em um Planeta de Espiação, em Evolução, mas sua missão não o deixará em sofrimentos desnecessários. Tanto ainda em espírito, quanto já encarnado, o Ser poderá ter esse despertar, entendendo que o sofrimento pode ser transmutado em Amor Incondicional, em Ajuda ao Próximo, em um desapego do Ego e das coisas materiais - só então, há a chance verdadeira da cura dos sofrimentos físicos, mentais, espirituais...mas é preciso essa compreensão e essa transmutação de pensamentos e atitudes. Nessa transmutação e compreensão, inclui-se o PERDÃO AOS OUTROS E PRINCIPALMENTE A SI MESMO!
Muitas, eu diria a maioria das doenças provém de auto-flagelo, auto-punição! Nós nos punimos por sermos como somos, por não sermos como gostaríamos de ser, por ter feito algo a alguém, por não ter feito algo a alguém, por estarmos fugindo à Missão contratada para a encarnação atual, por muitas outras coisas das quais nos culpamos. Portanto, o PERDÃO A SI MESMO é algo indispensável para o propício momento da Cura!
Seja qual for o grau do que tenhamos feito, o PERDÃO a si mesmo é indispensável para uma mudança de vida e para estarmos livres para a transmutação necessária para a cura.
Se foi outra pessoa que nos causou a mágoa e o sentimento de raiva, ódio, mal estar, se perdoar é algo impossível para nós, devemos colocar o sentimento e a pessoa diante "do altar". Depositemos o sentimento e a pessoa no Altar (seja de qual for a sua crença) e a deixemos lá, para julgamento de seus atos. Saimos livres para nossa própria felicidade e cura!
Acredito que mesmo carmas podem ser mudados! Tudo depende de nossa atitude diante de ABSOLUTAMENTE TUDO!

Escrito por Ivone Fagundes às 09h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

23/10/2016


"O ÚLTIMO MINUTO ANTES DA MEIA NOITE"

Essa linda música foi cantada por todos que acreditavam no fim da Guerra Fria e das ameaças constantes da Guerra Atômica entre as duas potências Russia e Estados Unidos. Eu me considero privilegiada por ter vivido os melhores anos de vida humana sobre a Terra! Anos em que a Paz (ainda que aparente) foi alcançada, em que a tecnologia nos tirou do trabalho extenuante (com a ajuda de máquinas e modelos estudados de trabalho, minimizando os esforços), anos em que a música era música de verdade, a liberdade religiosa e a escolha sexual (não somente de gênero, mas de atitudes) se tornou pessoal e tantas outras coisas facilitaram a vida material e espiritual/mental do Ser Humano em geral sobre a Terra!
Anos de Glória sobre o Planetinha Azul...até que o exagero típico do Humano desenfreado tornou todas as conquistas em ruínas - excesso de consumo de bens desnecessários, excesso de reivindicações (a princípio justas e agora uma imposição sobre o pensamento de outras pessoas, exatamente como era antes, na ordem inversa), o excesso de "facilidades" tornando o ser Humano em seres incapazes de viver o momento glorioso das conquistas sobre os elementos e sobre o Tempo...

Esse constante "querer mais" - em coisas e em "direitos" está destruindo a Terra. Quem disse que temos, nós humaninhos mais direito que os animais? Que as árvores? Desmatamos florestas, porque "temos o direito de trabalhar e de plantar" - então, procriamos como insensatos que somos e precisamos desmatar mais e mais...Utilizamos coisas descartáveis, pois "temos o direito" de usufruir da tecnologia e facilidades do Século XXI...e destruimos o único lugar em que podemos viver. E estamos no "Ùltimo Minuto Antes da Meia-Noite"...e então, virá o fim do mundo como o conhecemos. Que direito temos mais do que os outros habitantes da Terra?! O egocentrismo humano nos faz acreditar que somos "superiores"! E tão idiotas somos que destruímos nosso Habitat PORQUE PODEMOS!

Por exemplo, essa música, de Scorpions, diz sobre os "Ventos de Mudança" no tempo em que a Guerra Fria (e a ameaça constante de guerra real entre as grandes potências mundiais ) estava a caminho do fim.

Hoje, vemos que a Guerra Fria recomeçou abertamente e que Rússia e Estados Unidos se enfrentam sorrateiramente outra vez - hoje no Ciber Espaço, numa guerra de Hackers não declarada - e em declarações "veladas" sobre "eu sei onde você esteve no minuto passado".

Pena...nosso Tempo está se esgotando e o "último minuto" está passando muito mais rapidamente do que se poderia imaginar!

https://www.youtube.com/watch?v=vxDNnP4aieo

Escrito por Ivone Fagundes às 07h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

13/10/2016


RESILIÊNCIA

RESILIÊNCIA..."capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças."
E com certeza, não é a estrutura física de uma pessoa que a torna uma pessoa "resiliente"! Claro que algumas estruturas físicas como dos lutadores de MMA, por exemplo, são muito mais resistente do que de uma doninha de casa como eu, mas penso que, mesmo os lutadores profissionais, apenas aprenderam a usar as Energias ao seu dispor no Campo Energético ao seu redor, para serem resilientes e para se refazerem após uma luta ou mesmo após um ataque duro.
O que faz uma pessoa adaptar-se às destruições à sua volta? O que a faz recompor sua vida e continuar em frente?
A mesma resiliência que temos todos nós à nossa disposição!
Mas...por quê, então, algumas pessoas ficam arrasadas e destruídas e jamais se levantam, imersas em seu sofrimento (físico ou da alma) e outras se recompõem tão rápido como se nem sentissem o que se passou?
Penso que "resiliência" depende da estrutura mental que se forma a partir de decisões e da compreensão dos fatos.
Como quando temos que caminhar até determinado ponto...mesmo com os pés em bolhas, os tornozelos inchados, caminhamos! A mente determinou a distância e ordenou a resistência! Quando chegamos ao ponto determinado, desabamos! Porque então, podemos!
Penso que o mesmo se dá, com nossos planos diários e a longo prazo para nossas vidas. Por exemplo, está registrado na mente do brasileiro que a aposentadoria será por volta dos 50 anos, pouco mais. Então, parece a nós que estaremos "acabados" nessa idade e prontos para a aposentadoria. E vem o Governo e nos diz que a Previdência não comportará essa demanda e TODOS iremos acabar sem os benefícios, se não aumentarem a idade para a aposentadoria. A reação imediata é: "trabalhar até os 65 anos?! Ah, querem que morramos antes de nos aposentarmos!"
Não, não morreremos! E teremos capacidade funcional para o trabalho e compreenderemos isso como o normal para a longevidade de hoje.
Assim é a resiliência! Somos uma espécie resiliente!
Mas dar murros em ponta de faca também é uma característica do Ser Humano!
Quanto à aposentadoria, seremos resilientes (eu serei!) e quanto a dar murros em pontas de facas...uma hora cansamos e compreendemos a bobagem que há nisso!
Compreensivos, inteligentes, sábios e abençoados sejamos todos!

Escrito por Ivone Fagundes às 08h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

07/10/2016


TEORIAS: ADORO!

Bem, eu adoro TEORIAS...e ainda mais as MINHAS!
Penso que alguns (ou muitos) lugares sobre a Terra podem estar em duas Dimensões do Espaço ao mesmo Tempo!
Por exemplo, há lugares onde tudo é paz...como que parado no espaço/tempo. Há lugares onde nada muda, mesmo com o passar do Tempo. Às vezes, nós mesmos nos SENTIMOS em outro Espaço, mesmo estando no Tempo do relógio normal. Às vezes, nos sentimos em outro Tempo, mesmo estando no Espaço normal para nós estarmos.
Muitos lugares que visitamos parecem ter uma Energia própria, um Espaço/Tempo próprio, e em algumas ocasiões ou dependendo da pessoa, podemos adentrar esse Espaço/Tempo fora da nossa realidade temporária.
Portais...mas não para passarmos, necessariamente para outra Dimensão...apenas VISITAMOS essa Dimensão onde o lugar está...e dela podemos sair sem nem sequer percebermos que lá estivemos ou...podemos ter a leitura das coisas dessa Dimensão. Penso que "Portais" não são coisas raras ou que existam apenas em determinados lugares e em datas especiais...penso que existem em toda parte...e que muitas vezes passamos por eles e não nos damos conta. Outras vezes, temos Déjà vu, e ficamos confusos..."mas de onde tenho essa informação?" Onde foi que já ví isso?" .
Penso que às vezes, entramos por "portais" desastrosos - e então, devemos ser seres iluminados e protegidos, para não trazermos conosco as Energias ruins desses portais.

Isso explicaria os "azares" repentinos que atingem as pessoas, os mal-estares repentinos e inexplicáveis...e também a sensação de alegria que nos invade de repente, a sensação de estarmos em campos floridos, sentindo a brisa no rosto, o perfume que às vezes nos encanta mesmo estando em meio à poluição do trânsito, a música que "ouvimos" sem que saibamos de onde vem...portai...

Talvez "estar em outra Dimensão" mesmo estando no mesmo lugar do restante da família, explique alguém ser absolutamente diferente do restante dos familiares. Talvez ao nascermos, sejamos projetados para outra Dimensão, embora no Espaço visível terrestre.

Como TUDO depende de compreensão, ao compreendermos a passagem constante para outras Dimensões, podemos observar e perceber quando isso acontece!


Escrito por Ivone Fagundes às 14h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

30/09/2016


ENERGIAS DA VIDA-REIKI

De minha apostila para Terceiro Nível de Reiki:

"REIKI – UM MÉTODO DE CURA E UM CAMINHO PARA A ILUMINAÇÃO

No Nível I, tivemos  nosso primeiro contato, através da Iniciação, com as Energias de Reiki. Reiki além de um método de energização, de canalização das energias  do Universo, Cósmica – criadora, curadora, regeneradora, transformadora e da Mãe Terra – vital, mantenedora da vida no Planeta Terra, é também uma abertura, um Portal para o Caminho da Iluminação.

No Nível I,  tivemos  O Despertar, com nossos chakras sendo desobstruídos, limpos, reorganizados e harmonizados, ativados, possibilitando assim, que o mesmo acontecesse com nossos canais de energia, que percorrem todos os nossos corpos – físico, psíquico, emocional, mental, espiritual. Encontramos em Reiki o tratamento para inúmeros problemas causados pelos bloqueios  energéticos, como distúrbios mentais, emocionais e doenças psicossomáticas (que são causadas por pensamentos negativos e dolorosos, e que geram emoções danosas).

O Símbolo Sagrado do Nível I, o Símbolo Chave Choku Rei (símbolo 1), age mais fortemente sobre o corpo físico, sobre os bloqueios dos chakras causados por energias densas.  Propicia a cura do corpo físico, utilizando a Energia da Mãe Terra, para a transformação das células que formam os órgãos, os tecidos, e atuam nos sistemas, unindo-as à energia orgônica Universal (Energia Cósmica Primordial) que tem seu princípio na perfeição da Criação.

No Nível II, o Símbolo Sei He Ki (símbolo 2)atua mais sobre o corpo emocional, propiciando assim, A Transformação.  Com o auxílio do Hon Sha Ze Sho Nen, Sei He Ki vai  à  origem de traumas, em qualquer local e tempo, cauterizando feridas emocionais, proporcionando a lembrança de acontecimentos traumáticos que influenciam na nossa vida atual, levando ao passado Energia de Força, sabedoria e Cura, de forma que tudo se transforme, na forma que sentimos e pensamos sobre o acontecimento. Sei He Ki é proteção.

Ainda no Nível II, o Símbolo Hon Sha Ze Sho Nen (símbolo 3) atua mais sobre o corpo mental, propiciando a cura de traumas armazenados nos escaninhos de nossa mente, pois abre portais para o passado de forma que lembremos dos acontecimentos que necessitam cura, perdão ou banimento.  Hon Sha Ze Sho Nen leva à expansão mental, rumo à Mente Universal. Propicia o envio de Reiki à distância porque une a nossa mente com a Mente do Universo, sem barreiras de Tempo ou Espaço.

No Nível III, o Dai Koo Myo atua mais sobre a Alma. Une a energia da Alma individual,  com a Alma Universal ou seja, do Cósmico, da Energia Criadora. Lembra-nos que somos Um como o Todo e o Todo está  em nós. Propicia a Energia necessária para a ampliação da mente e da intuição. Viagens astrais e auxilia o treinamento para  todo tipo de ações “extra-sensoriais”, chamadas “paranormais”.

Cada Símbolo Sagrado  une o corpo sobre o qual atua, ao corpo Universal de igual intensidade vibratória. Para isso acontecer, é preciso que os chakras estejam limpos, desobstruídos, capacitados a receber as Energias da Vida – Reiki (energia Cósmica  e da Mãe Terra). E isto só conseguimos ministrando-lhes Reiki e modificando nossos pensamentos e atitudes."

Escrito por Ivone Fagundes às 10h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/09/2016


SOBRE A IMIGRAÇÃO SEM CONTROLE

Penso que seria bem mais interessante que os países todos se unissem (os que possam ajudar) para dar às pessoas condições de viverem dignamente EM SEUS PRÓPRIOS PAÍSES. A imigração é ruim tanto para os que são obrigados a faze-la quanto para os países que são obrigados a recebe-los. Sejamos práticos: o mundo está superlotado de habitantes. Os países que estão bem, que tem sua economia estabilizada, que conseguiram ao longo DOS SÉCULOS estabilizar suas crenças, sua cultura, sua educação, sua economia, de forma que OS SEUS FILHOS alcançaram uma vida digna e farta, estes também estão passando pela crise mundial de desestabilidade na economia, na superlotação (que leva ao maior consumo de víveres, de água (na iminência de sua falta) na maior demanda por escolas, hospitais, segurança, EMPREGOS. O desemprego está grassando na maioria dos países, por mais "ricos" que sejam, mas é claro, especialmente em países "quebrados" por governos de má administração e corruptos, como o Brasil. Quem é a favor da imigração em massa e sem controle, por puro pieguismo e pena, está apenas senso insensato. Os imigrantes trazem consigo todas as suas necessidades e "direitos". Pior ainda, muito pior, quando querem implantar no país para onde vão suas crenças e suas leis que vão de encontro a tudo em que os habitantes desse país que os acolhe acreditam e tem como leis. Os imigrantes, os atuais em questão, tem como lei de sua crença , que devem ter muitos filhos. Exponencialmente, em breve os países da Europa que os acolhe terão mais imigrantes nascidos, do que filhos dos nativos da terra. A fala habitual de que "todos no Brasil são imigrantes" , portanto devemos CONTINUAR a receber imigrantes, é no mínimo insensata! Quando aqui chegaram os africanos, os italianos, os japoneses, e todos os outros que vieram até o começo do século XX, encontraram um país-continente, com muita terra para desbravar e colonizar! Hoje se mais colônias se estabelecerem por aqui, teremos falta de água, de víveres, de escolas, de hospitais, de servidores públicos, de segurança PARA TODOS - filhos da terra e imigrantes. Todos os países já estabilizados pela construção de séculos de seu modo de vida serão desestabilizados e poderão ser arruinados pela superpopulação de imigrantes. o mundo deve ajudar, sim! Mas a mante-los dignamente em seus próprios países. E os que estão SENDO REFUGIADOS que sejam apenas REFUGIADOS, não imigrantes. Refugiados voltam ao seu país de origem, quando o perigo passa e são ajudados pela Comunidade Internacional a se reestabelecerem em suas vidas novamente. A comiseração, a compaixão e a ingenuidade faz pensar apenas na necessidade de ajuda imediata: claro que é necessária e humanitária! Mas o raciocínio lógico deve encarar a segurança e sobrevivência dos nativos dos países do mundo como prioridade. Amor ao próximo, sim, mas lembrando a parábola bíblica das "dez vírgens" à espera de seu noivo...as lâmpadas de algumas se apagaram...e as que foram prevenidas e ainda tinham óleo em suas lamparinas foram inteligentes e não deram de seu óleo para as outras, pois também ficariam sem. Nossa segurança e de nossos filhos e netos em primeiro lugar: segurança de empregos, de saúde, de víveres, de água, de habitação, de tranquilidade de cidadãos em primeiro lugar!

Escrito por Ivone Fagundes às 23h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

19/09/2016


DEUSES...

Cada povo, de acordo com suas próprias crenças e dogmas, mas especialmente de acordo com seu MODO DE VIDA e de suas leis em sociedade, cria a imagem de seu Deus à sua própria imagem e semelhança. Os ancestrais como os habitantes das cavernas, começaram a prestar homenagem e adoração à Mãe Terra, pois que dela vem a Vida e é ela quem sustenta a Vida no Planeta. Mais tarde, civilizações mais avançadas endeusaram o Sol e a Lua, pois descobriram que do Sol vem o calor e a luz que propiciam a Vida na Mãe Terra e da Lua vem sua  regência sobre a Vida gerada pela Mãe Terra. A Lua rege as marés, as brotações, as sensações, os ciclos na Terra.
Muitas civilizações, ao longo da Historia da Mãe Terra criaram seus próprios deuses, cada um tendo como atributos aquilo que o povo que o criou julgava (ou julga) importante.
Por exemplo, os povos que vivem às margens dos mares, adoram ou prestam respeito  a Iemanjá, a Deusa do Mar, que representa os valores importantes para eles.
Nas savanas africanas, os povos em guerra por território ou poder, criaram seus deuses guerreiros, seus deuses que, de acordo com o grau de maldade de cada líder "religioso" da tribo, atendiam aos pedidos através de "encomendas" ou o que no Brasil se chamou "macumba".
Os judeus criaram seu deus à imagem e semelhança de um povo patriarcal, onde os homens é que mandam, para quem as mulheres devem obediência. Um deus vingativo, sempre disposto a castigar o filho "desobediente" - como é o costume do povo que o criou.
Os egípcios tinham seus deuses com personalidades não só humanas, mas animal (tanto que  faziam suas imagens com cabeça de animais).
Graças "aos deuses", alguém muito sábio já profetizou: "A religião do futuro será cósmica" - ou seja, de pura Energia, sem imagens de deuses feitos à imagem e semelhança dos homens. Será uma Ideia Unificada sobre a Energia Criadora, sem personalidades humanas ou animais. Talvez apenas um AMOR UNIVERSAL envolvendo todas as criaturas.

Escrito por Ivone Fagundes às 12h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

16/09/2016


AHHH...SETEMBRO!

Dia 15 de Setembro de 1975...QUARENTE E UM ANOS!!!
Nesse dia encontramo-nos para a Vida, eu e meu marido!
Ele tinha ido paquerar em Americana e eu tinha ido...paquerar em Americana, com as amigas. A praça de lá era mais charmosa e atraente do que a daqui! Já tínhamos nos encontrados pelas ruas, de passagem, pois ele morava 2 quarteirões acima de minha casa. Mas eu tinha olhado pro "garoto" e, mesmo lindinho, era muito novinho pro meu gosto...rrss
Mas...destino-vai-alma-gêmea-vem, nesse dia de setembro, feriado em Nova Odessa, todo mundo indo pra Americana curtir a praça e comer pizza...voltamos no mesmo ônibus. É, ônibus! Ele não tinha carro naquela época!
Olhares vão e vem no ônibus...ele lembra até a cor da minha roupa! rrss
Depois, subimos a ladeira - um "morro" até minha casa! Longe, com o salto alto que eu usava na época! Chegamos a uma certa altura da subida, ele de um lado da calçada , eu e as amigas do outro - e as amigas continuaram a subida enquanto eu virei a rua a caminho de minha casa. Ele também!

"Passa pra cá" - ele disse me chamando para o lado dele, na calçada do outro lado da rua...Eu só ri (quem ele pensa que é, pra me dizer o que fazer?) Não, passa pra cá você! E ele foi! rrrsss

Perguntas normais...nome, o que faz...eu trabalhava em uma Fiação de Algodão e ele numa tecelagem. Ele estudava química em Jundiaí

Minha casa ficava no caminho, antes da dele. Chegando no portão, lá vem o safado querendo me beijar! Pode isso?! Nem me conhecia!

"Claro que não! Deixe-me te conhecer primeiro!" - e marcamos encontro para o próximo sábado. Ele não apareceu!

Sério, ele não apareceu! Depois, um dia da semana, ele me esperou sair da fábrica e veio com conversinha de que "tinha aparecido uma visita de uma prima que não via há muito tempo" - hahahahaha ! E eu acredito em mula sem cabeça?

"Não costumo dar outra chance: a sua você perdeu!" - mas o carinha era insistente! Afff!

Bom, eu estava mesmo sem namorado, sem nada pra fazer...por que não?

No próximo sábado ele apareceu...

Conversa-vai-conversa-vem...estamos conversando até hoje! Conversamos por 41 anos!

Meu "amor de primavera" já dura há alguns verões, outonos e invernos! E mais uma primavera!

Te amo, garotão!

Escrito por Ivone Fagundes às 19h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil

Histórico